Saúde e bem-estar: conheça alongamentos para aliviar dores no corpo

O alongamento é uma das formas de melhorar a amplitude dos movimentos e aliviar a rigidez do corpo. Além disso, essa prática contribui para a saúde e bem-estar ao reduzir as dores e prevenir lesões, melhorando a qualidade de vida. Por conta desses benefícios, o alongamento deveria ser praticado por todos, até mesmo pessoas que não realizam atividades físicas. 

Quer saber quais alongamentos fazer para diminuir a dor no corpo e melhorar sua qualidade de vida? Então, continue a leitura conosco e confira algumas dicas importantes sobre o assunto!

A importância do alongamento para a saúde e bem-estar

O alongamento ajuda a melhorar diferentes momentos do dia: ao acordar, antes de começar a trabalhar, ao iniciar um exercício e também após sua prática. Afinal, alongar significa despertar o corpo, devolvendo sua flexibilidade e ajudando na circulação do sangue.

Contudo, a maior parte das pessoas conhece somente a importância do alongamento antes e após a prática de atividades e exercícios. Ainda que ele seja indicado também para outros momentos, o alongamento ao iniciar e finalizar treinamentos contribui eliminando a tensão muscular e previne dores, melhorando a qualidade de vida e o bem-estar.

As dores da modernidade

O avanço da tecnologia modificou a rotina de forma direta. Isso porque, nas atividades do dia a dia, o corpo não é exigido como antigamente. Ainda que a modernidade contribua para o desenvolvimento em diferentes áreas, pode ser prejudicial quando não aproveitada de forma adequada.

Com o uso excessivo da tecnologia, as dores no corpo têm se tornado frequentes em grande parte da população, afetando até mesmo crianças e adolescentes. Por isso, é importante que o alongamento seja inserido na rotina. Essa é uma forma de evitar dores provenientes do uso de computadores, smartphones e tablets em excesso, além de corrigir problemas de postura.

Benefícios do alongamento

Para ter qualidade de vida, praticar alongamento diariamente é a melhor maneira de manter saúde e bem-estar. A seguir, confira os principais benefícios que a prática traz para quem a realiza. 

Correção de postura

Além de aumentar a flexibilidade, o alongamento pode ajudar na melhoria da postura, muitas vezes atribuída a quem permanece por longos períodos em uma única posição ou atua em áreas que exigem ações repetidas por muito tempo.  

Dessa forma, quem sofre com a má postura tem no alongamento um grande aliado na busca pela reversão desse problema tão comum e silencioso. A dica nesses casos é que sejam feitas pequenas pausas ao longo do expediente para alongar, principalmente a área em que se concentra o desconforto.

Boa circulação sanguínea

Manter-se longos períodos em pé ou sentado pode trazer prejuízos para a circulação. Ao se alongar após muito tempo na mesma posição, o corpo é revigorado, relaxando os membros e melhorando a circulação sanguínea.

Preparo dos músculos

Como vimos anteriormente, o alongamento contribui para aquecer os músculos do corpo antes das atividades físicas. Isso ajuda a melhorar o desempenho e previne lesões que possam acontecer devido os impactos da prática, assim como torções.

Relaxamento do corpo

Já ao final da prática de exercícios e atividades, o alongamento ajuda a relaxar os músculos, aliviando o sofrimento físico do corpo. Por isso, é essencial alongar-se antes e também após a prática para evitar dores.

Alongamentos para aliviar dores no corpo

Para ter saúde e bem-estar, alongar-se uma ou duas vezes ao dia é muito importante. Por isso, reunimos os melhores alongamentos para aliviar dores no corpo, ajudando a diminuir as dores na coluna, braços e pernas.

Alguns exercícios podem ser feitos até mesmo sentado, contribuindo para melhorar a postura, evitar dores no corpo e melhorar a qualidade de vida. O indicado é manter a posição de 30 a 60 segundos. Confira os principais alongamentos que vão ajudar a aliviar as dores no corpo.

Costas e ombros

O alongamento para costas e ombros ajuda a aliviar a tensão e relaxar a musculatura, e deve ser realizado sempre antes e durante o trabalho:

  1. levante os braços acima da cabeça;
  2. entrelace os dedos das mãos;
  3. estique as costas e mantenha a posição por 30 segundos;
  4. em seguida, incline para o lado direito e mantenha a posição por 30 segundos;
  5. repita com o lado esquerdo;
  6. levante-se e incline o corpo para frente com as pernas fechadas, mantendo o mesmo tempo.

Punhos

O alongamento de punhos é importante para evitar dores e tendinite, inflamação das articulações causada por movimentos repetitivos. Para evitá-la, faça a seguinte série:

  1. em pé, ou sentado, cruze um dos braços em frente ao corpo;
  2. com ajuda do outro braço, realize pressão no cotovelo enquanto estica os músculos;
  3. fique na posição 30 segundos e repita trocando os braços;
  4. em seguida, estique o braço para frente e, com a ajuda da outra mão, levante a palma para cima, estique os dedos para trás e permaneça na posição 30 segundos;
  5. repita com o outro braço;
  6. na mesma posição, volte a palma para baixo e empurre os dedos, mantendo a posição por 30 segundos;
  7. repita com o outro braço.

Pernas

O alongamento das pernas ajuda na circulação sanguínea e é essencial para manter a saúde e bem-estar de pessoas que trabalham ou estudam longos períodos sentadas. Por isso, certifique-se de levantar algumas vezes e fazer o seguinte alongamento:

  1. em pé, com as pernas juntas, puxe o tornozelo em direção aos glúteos, segurando a posição por 30 segundos;
  2. repita o exercício com a outra perna;
  3. em seguida, agache e estique uma das pernas para o lado, mantendo o dedão voltado para cima; 
  4. mantenha a posição por 30 segundos e realize o alongamento com a outra perna.

Você conferiu a importância do alongamento para diminuir dores no corpo, corrigir a postura, evitar lesões e melhorar a saúde e bem-estar, além de contribuir para uma boa qualidade de vida. Por isso, adote a prática no seu dia a dia e realize alongamentos durante o trabalho, antes de exercícios e também após atividades físicas.

Gostou deste conteúdo? Então, compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

Texto: Eliza Inaê – enfermeira especialista em Oncologia (Unoeste) e Enfermagem em UTI (Uningá)

Fonte: OMRON, Drª. Gianne Lima Brito, Gazeta do Povo

Leia mais:

5 formas simples de aumentar a qualidade de vida

Saúde masculina: 5 doenças que mais afetam o homem

Confira cinco exercícios para idosos fazerem em casa

Motivação, força de vontade e o sentido de vida

Os benefícios da hidroginástica para a qualidade de vida dos idosos

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Participe da nossa newsletter e mantenha-se informado!