Os benefícios da hidroginástica para a qualidade de vida dos idosos

Fragilidade óssea, massa muscular reduzida, pouca flexibilidade… essa, infelizmente, é a realidade da grande maioria das pessoas logo que chegam à terceira idade. Além disso, com o envelhecimento, a falta de ar fica maior, o ganho de peso é comum e o equilíbrio fica prejudicado, o que aumenta o risco de quedas.

Se manter inativo pode ser arriscado para os idosos, diante disso os exercícios são uma excelente terapia. A preocupação em adotar uma atividade física ajuda os idosos a permanecerem independentes e ainda previnem muitos problemas de saúde que surgem com a idade.

No entanto, à medida que a idade avança, surgem também restrições, como problemas nas articulações, que podem limitar a prática de atividades físicas. Diante disso, é necessário buscar exercícios de baixo impacto e a hidroginástica é uma excelente opção.

Se interessou pelo assunto? Continue a leitura e descubra os reais benefícios dessa prática para a saúde dos idosos.

Benefícios da hidroginástica na terceira idade

A hidroginástica é uma das atividades mais recomendadas para o grupo da terceira idade, uma vez que a água é capaz de amortecer os movimentos e reduzir de forma significativa os impactos agressivos aos corpo.

Tudo isso adicionado ao contato social com outras pessoas criam o ambiente ideal para a melhora da qualidade de vida de seus praticantes.

Sendo assim, separamos 7 benefícios que essa atividade é capaz de promover aos praticantes na terceira idade, confira.

01. Fortalecimento dos músculos

Por se tratar de uma atividade aeróbica, a hidroginástica auxilia no fortalecimento muscular e contribui para melhor sustentação de todo o corpo.

Atividades como um simples chute ou um movimento na água ajudam a construir músculos, o que resulta em um metabolismo mais rápido e um corpo mais saudável.

 

02. Melhora no sono

O sono é um dos pilares para que sua saúde fique bem, e a hidroginástica entra como papel fundamental nessa parte, pois todo o esforço físico exigido na prática leva o corpo dos praticantes ao cansaço.

Além disso, vale destacar que a atividade dentro da água ajuda no controle da respiração e ansiedade, alguns dos principais causadores da insônia.

 

03. Aumenta a flexibilidade

O efeito de reduzir a gravidade debaixo d’água pode levar a uma maior flexibilidade do corpo. As articulações podem se mover mais facilmente nas várias sequências de movimento, o que torna a hidroginástica ainda mais benéfica para os idosos.

Além disso, exercícios à base de água aliviam a pressão exercida sobre as articulações, o que a estabelece como a principal forma de terapia para quem sofre desse tipo de problema.

04. Melhora na saúde mental

Além de melhorar o humor, os exercícios na água são poderosos para combater a ansiedade e reduzir os níveis de estresse, reduzindo a possibilidade de depressão.

O ato de sair de casa e ter contato direto com outras pessoas da mesma idade é importante para que pessoas nesta idade não vivam no sedentarismo.

 

05. Aumenta a resistência cardiovascular

A hidroginástica é uma ótima maneira de desenvolver resistência no sistema cardiovascular.

Ao praticar atividades na água, você emite estímulos para que o fluxo sanguíneo circule de maneira mais eficaz por todo o corpo, diminuindo efetivamente a pressão arterial e, a longo prazo, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares.

 

06. Auxilia no emagrecimento

Que praticar exercícios é a melhor opção para perder quilos extras, todo mundo sabe. No entanto, o que poucos têm conhecimento é que a hidroginástica é um instrumento eficaz no assunto.

Para se ter noção, ao praticar por 1 hora estima-se que o corpo elimine de 450 a 700 calorias.

 

07. É um importante meio de recuperação

A hidroginástica é a opção perfeita para quem quer voltar à atividade e não quer prejudicar o período de recuperação após algum procedimento médico ou cirúrgico. As aulas podem apoiar e fortalecer as articulações dos joelhos, reduzir problemas na coluna e acelerar a recuperação em vários outros procedimentos

 

Alguns cuidados importantes

  • Antes de se dedicar a uma nova atividade física e esportiva, é preciso conhecer e considerar suas habilidades.É importante conversar com um médico assistente ou com qualquer médico do esporte, a fim de verificar se a atividade está adaptada ao seu estado de saúde
  • Momentos antes de iniciar a prática é importante praticar o aquecimento, seja por meio do alongamento ou algum exercício mais leve, isso vai ajudar a evitar possíveis lesões e desgastes após a atividade.
  • Se faz muito tempo que você não se exercita, evite exageros. Começar devagar diminui a probabilidade de você se machucar e também ajuda a prevenir dores.
  • Caso sinta qualquer desconforto durante a prática, como tontura, falta de ar, dor ou pressão no peito… pare imediatamente! Estes podem ser sinais de que a atividade está excedendo o limite que o seu corpo sustenta.

Faça parte da nossa Newsletter e receba mais conteúdos exclusivos!

Fontes: Saúde Brasil; Medicina do Esporte; EFDeportes; Saúde Brasil; Blog Educação Física.

Leia mais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Participe da nossa newsletter e mantenha-se informado!