Colesterol: por que você precisa ficar de olho nele?

Antes de mais nada, você sabe como anda a sua taxa de colesterol? Só de ouvir isso muita gente já começa a sentir medo. 

Afinal, ao longo dos anos ele se tornou um verdadeiro vilão, responsável por doenças temidas pela população. 

No entanto, se trata de uma substância essencial para o bom funcionamento do organismo.

Dentre outras funções, ele atua diretamente na produção de hormônios essenciais ao corpo humano. 

O problema está nos altos níveis de LDL, também conhecido como colesterol ruim, uma vez que, em excesso, ele pode levar a graves consequências, como por exemplo, infarto e acidente vascular cerebral (AVC). 

Por isso, 08 de agosto foi reservado para o Dia Nacional do Combate ao Colesterol. Uma data especial para lembrar a importância de ficar de olho na sua saúde. 

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e fique por dentro. 

Mas, afinal, o que é colesterol?

Ele é um tipo de gordura presente na estrutura das membranas celulares.

Cerca de 70% de todo o colesterol produzido no corpo vem do fígado, enquanto isso, os 30% restantes são gerados de acordo com a alimentação. 

No organismo, ele é fundamental na produção de alguns hormônios, como por exemplo, vitamina D, testosterona, estrógeno, cortisol e para metabolização de algumas vitaminas.

Tipos de Colesterol 

Uma forma comum de diferenciar os tipos é dar a eles os “nomes” de “bom” e “ruim”. Os mais conhecidos são: o LDL e o HDL. 

LDL

Conhecido como colesterol “ruim”, o LDL tem o objetivo de carregar as partículas de colesterol do fígado e de outros locais para as artérias.

Sendo assim, caso ele esteja sobrecarregado, inicia-se um processo de formação de placas de gordura, causando a obstrução desses vasos.

Essa obstrução pode causar doenças cardíacas, como por exemplo, infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC).

HDL 

Conhecido como colesterol “bom”, o HDL faz o recolhimento do excesso de colesterol no sangue e o leva de volta ao fígado, onde é processado e eliminado.

Por isso, quanto maiores forem os níveis de colesterol “bom”, menor será o risco de sofrer com doenças cardíacas.

Colesterol alto não é brincadeira! 

Dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) apontam que 40% dos brasileiros têm colesterol elevado.

O nível elevado está ligado a problemas de saúde sérios, como por exemplo, doenças cardíacas, angina de peito e AVC.

Quando isso acontece é importante ter atenção na alimentação, logo, evitando alimentos como: 

  • Frituras (pastel batata frita) ;
  • Fast foods (pizza, hambúrguer);
  • Carnes vermelhas com gorduras (picanha, costela); 
  • Embutidos (presunto, salsicha, linguiça);
  • Manteiga ou margarina. 

Mas, a alimentação não é a única responsável pelo colesterol alto.

Também são grandes responsáveis por seu controle: a falta de exercício, o excesso de peso, fumar e beber grandes quantidades de álcool.

Como manter o colesterol em dia

O primeiro passo para manter uma boa taxa de colesterol no sangue é manter uma rotina de alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras e legumes.

Outro pilar importante para diminuir o LDL é praticar atividades físicas, e sempre estar em movimento. 

No entanto, antes de qualquer mudança na rotina o que não pode faltar é a procura por um profissional especializado no assunto.

Neste caso, um nutricionista ou o cardiologista (em situações mais graves). 

Eles serão os responsáveis por entender o seu corpo e construir uma rotina com base em suas necessidades, sem achismos.

Fontes: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia; Sociedade Brasileira de Cardiologia; Biblioteca Virtual em Saúde.

Leia mais:

5 formas simples de aumentar a qualidade de vida

Saúde masculina: 5 doenças que mais afetam o homem.

Alergias Respiratórias: o que são e como evitar?

Tosse: qual xarope eu tomo?

Anticoncepcional durante a amamentação – Mitos e Verdades

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Participe da nossa newsletter e mantenha-se informado!