Imunidade baixa? Conheça os sintomas e o que fazer para tratar.

Primeiramente, você fica doente com frequência ?

Convive com gripes intermináveis, surgimento de herpes ou cansaço em excesso?

Se a sua resposta foi sim para algum desses sintomas, há uma enorme chance do seu corpo estar dando algum sinal que algo não anda bem com o seu sistema imunológico.

Apesar de ser algo bem comum entre as pessoas, a imunidade baixa pode levar a doenças mais graves rapidamente.

No entanto, hábitos simples podem ajudar (e muito) a manter a sua imunidade em condições ideais para viver bem e com saúde.

Quer saber mais? Continue a leitura e descubra o que é, as causas e como tratar a imunidade baixa.

Sistema imunológico: o soldado do organismo

O sistema imunológico é o nome dado ao conjunto de todos os sistemas de defesa do corpo.

Assim como um exército, a sua missão é defender o corpo humano contra ataques externos, como por exemplo, vírus e bactérias, que possam vir a invadir o nosso organismo.

Ao detectar algum agente invasor, esse sistema rapidamente dá início a uma série de ações e aí então, em conjunto com outras células e órgãos, cria uma grande barreira de proteção.

Tudo isso para garantir que o corpo não desenvolva uma doença (ou ao menos minimize sua duração).

Sintomas de imunidade baixa

Quando em perfeitas condições, o sistema imunológico é essencial no combate a uma série de doenças.

Por outro lado, quando essas defesas estão baixas, a sua eficácia no combate aos agentes infecciosos também é comprometida. 

O que pode fazer com que a pessoa fique doente com mais frequência, causando a imunidade baixa. 

O médico é o responsável por um diagnóstico completo do problema. No entanto, se você quer saber se está ou não com a imunidade baixa, pode começar avaliando a presença de alguns dos principais sintomas: 

  • Febres e calafrios constantes;
  • Diarreia;
  • Herpes labial (boca) frequente;
  • Unhas fracas;
  • Queda de cabelo em excesso;
  • Manchas na pele;
  • Cansaço excessivo; 
  • Náuseas e vômitos.

O que fazer para fortalecer a imunidade

Até aqui já ficou claro que para que o organismo seja capaz de se proteger, o sistema imunológico deve estar em perfeitas condições. 

Nesse sentido, a adoção de alguns hábitos específicos tem o poder de contribuir para o fortalecimento da imunidade. 

Por isso, separamos as 7 dicas incríveis que podem a manter a imunidade alta: 

  1. Beba bastante água: parece clichê, mas a hidratação é fundamental para organismo, principalmente para as células de defesa. O consumo indicado para um adulto é de, no mínimo, 2 litros por dia.
  1. Pratique atividades físicas: seja uma caminhada ou algum exercício em casa, manter o corpo em movimento é importante para aumentar a produção de anticorpos no organismo.
  1. Tenha uma alimentação saudável: manter uma dieta balanceada também é essencial para que tudo funcione perfeitamente.

O destaque são para os alimentos que auxiliam e estimulam o funcionamento do sistema imunológico, como, peixe, cenoura, espinafre e castanha do Pará.

  1. Evite o estresse: pode não parecer, mas uma rotina de estresse é capaz de afetar o sistema imunológico. Por isso, busque fugir desse sentimento e mantenha a mente ocupada com coisas positivas. 
  1. Durma bem: dormir pouco, além de afetar a produtividade, atinge diretamente a produção das células de defesa, o que consequentemente prejudica a imunidade.
  1. Elimine os vícios: além de fazerem mal à saúde, eles prejudicam também as células de defesa do nosso organismo. Por isso, busque se afastar de vícios como cigarro, álcool, drogas e qualquer outra substância tóxica.
  1. Tome sol: por atuar diretamente na síntese da vitamina D, importante arma do sistema imunológico, o sol é um forte aliado para quem busca uma maior imunidade.

Quando devo procurar um médico ?

Por fim, aderir a esses hábitos é uma boa maneira de prevenir a imunidade baixa. No entanto, é essencial manter contato com um profissional de saúde.

Ao perceber que sua imunidade não anda bem, consulte um médico. 

Fontes: Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN); Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN); Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

* Revisão médica: Dra. Juliana Buzinaro Ribeiro, Gerente Médica do Grupo NC

Leia mais:

Como o exercício físico pode melhorar a sua qualidade de vida

Terceira Idade: conheça alimentos para aumentar a imunidade

Confira cinco exercícios para idosos fazerem em casa

Tosse: qual xarope eu tomo?

Motivação, força de vontade e o sentido de vida

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Comentários

2 respostas

    1. Oi, Kelly. Ficamos felizes em saber que você gostou desse conteúdo. Já convida outras amigas pra conhecerem o nosso blog. Tenha uma ótima semana! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Participe da nossa newsletter e mantenha-se informado!